Empreendedorismo: 8 estratégias para mudar seu negócio

Mesmo seguindo as melhores práticas de gestão para criar e manter um negócio, muitas vezes o empreendedorismo pode pregar peças e o negócio, que antes parecia um sucesso certo, pode não decolar. O que fazer nesse caso?

Empreendedores possuem vários motivos para abrir uma empresa. Uma das vantagens mais apontadas é a autonomia no trabalho. Além disso, o empreendedor tem a chance de fazer o que gosta. Em geral, o dono de empresa tende a escolher uma atividade que domina ou para a qual tem uma forte inclinação. Dessa forma, adaptar as oportunidades de negócio ao perfil do empreendedor é uma das principais vantagens de se ter um negócio próprio.

Certamente, ter um negócio exige do empreendedor planejamento, execução e controle em diversas áreas: estratégia, marketing e vendas, finanças e projetos são algumas áreas que o dono de um negócio deve conhecer.

Comece sempre com a proposta de valor

Ao iniciar um negócio, uma das primeiras coisas a serem pensadas é a proposta de valor do produto ou serviço que se deseja oferecer. Empreendedorismo começa por desenvolver a proposta de valor procurando responder a várias perguntas:

  • Qual tipo de cliente pretendemos atingir?
  • Quais problemas dos clientes queremos resolver?
  • Quais são os principais desafios do cliente, os erros que ele comete mais?
  • Que tipo de solução pode encantar o cliente?
  • Pelo que o cliente está disposto a pagar? Quanto está disposto a pagar?
  • Como meu produto ou serviço pode ajudar o cliente a resolver seus problemas?

Criar e adaptar um produto ou serviço para o cliente exige pesquisa, testes e adaptações. Conhecer o cliente, como ele se sente e pensa, é fundamental. No artigo que você pode acessar aqui, falamos de uma ferramenta muito usada em design thinking para conhecer melhor seu cliente.

O que fazer quando o negócio não decolou?

Mesmo com uma gestão de marketing e estratégia bem feitas, é possível que o empreendedor cometa erros ao oferecer seu produto ou serviço e tenha que mudar sua oferta ou sua forma de fazer negócios. Abaixo citamos oito estratégias de mudança no negócio, no produto ou serviço que uma empresa oferece, de forma a testar novas hipóteses ao praticar empreendedorismo.

1) Transformar o que antes era apenas uma parte do seu produto ou serviço em todo o seu produto ou serviço.

Por exemplo, suponha uma empresa de e-commerce que desenvolveu sua própria plataforma de apresentação de produtos e pagamento para vender roupas usadas. Após testes no mercado, essa empresa deixa de praticar a venda de roupas usadas e passa a oferecer apenas a plataforma a outros empreendedores de e-commerce.

2) Transformar todo o seu produto em uma funcionalidade ou parte de algo novo que irá suprir a necessidade do mercado.

A Viddia Educação começou oferecendo cursos de gestão na modalidade on-line somente a pessoas físicas. Muitas organizações com necessidades de treinamentos in company começaram a demandar por treinamentos híbridos, que misturam a experiência on-line com presencial. Com isso, a empresa começou a oferecer esse tipo de serviço. 

3) Segmentar o cliente

Trata-se de adaptar o produto ao público-alvo correto. Por exemplo, o UBER começou oferecendo somente serviços diferenciados aos seus clientes. No entanto, após algum tempo, percebeu que poderia expandir seus negócios oferendo serviços um pouco menos sofisticados e baratos direcionados a um segmento e outro serviço mais completo e mais caro para outro segmento.

4) Mudar a forma de entrega do serviço

O que antes foi pensado como um aplicativo para celular, por exemplo, pode funcionar melhor como um site.

5) Mudar a arquitetura de negócio

Uma mudança típica é fazer com que o que era pensado como um negócio B2B, ou seja, para empresas, seja agora voltado para o consumidor final e vice-versa. Por exemplo, uma empresa de delivery de lanches saudáveis pode ser pensada inicialmente para atingir o consumidor final, mas com a baixa adesão ela pode oferecer seu produto para escolas ou empresas.

6) Mudar a forma de captura de valor

Consiste de modificar o sistema de captação de renda ou de monetização do negócio. Por exemplo, uma empresa que vende e entrega vinhos pode cobrar pela garrafa adquirida ou pode cobrar um valor mensal para que o cliente receba em casa uma seleção de garrafas.

7) Alterar a estratégia de crescimento

Consiste em buscar alternativas para a divulgação do seu produto. Por exemplo, uma escola on-line pode começar com uma estratégia de crescimento agressiva com foco em ofertas de cursos gratuitos, cobrando apenas por certificado. Com o tempo, após adquirir reputação no mercado, ela passa a cobrar pelos cursos.

8) Mudar a tecnologia

Consiste em buscar uma nova tecnologia que irá tornar o negócio mais competitivo. Por exemplo, uso de drones ao invés de motoboys.

Fonte: Adaptado de A Startup Enxuta. Eric Ries. 2013.

Insistir em um produto ou modelo de negócio porque pareceu ser uma boa ideia mas não está tendo sucesso não é a forma mais inteligente de praticar empreendedorismo. Uma das características principais que todo empreendedor deve ter é a capacidade de adaptação, sabendo o momento certo para implementar mudanças necessárias para que o negócio prospere.

Baixe materiais gratuitos de empreendedorismo!

Em nosso site você encontra 12 e-books e ferramentas que poderão ajudar qualquer empreendedor com informações úteis para gerenciar um negócio! Acesse www.viddia.com.br/downloads e confira!

Conteúdos VIDDIA sobre empreendedorismo

Assista a cursos gratuitos
Acesse ensino.viddia.com.br e tenha acesso a aulas gratuitas sobre o tema empreendedorismo e desenvolvimento profissional!

Nos acompanhe
Siga-nos no YoutubeFacebook, TwitterLinkedIn e Instagram, estamos sempre disponibilizando conteúdo gratuito de qualidade!

Publicações relacionadas


Como construir um mapa de empatia? Quantas vezes você já ouviu falar de uma pessoa ou empresa que criou um produto ou um negócio achando que iria “bombar”, mas foi um fiasco? Será que, em muitos desses casos, o produto ou negócio foi pensado com base no que o cliente realmente precisava, ou com base no que o empreendedor desejava? Se...
12 Passos para o Planejamento Estratégico Pessoal e de Pequenas e Médias Empresas Qualquer evolução, seja da sua vida, como profissional liberal, ou da sua empresa, começa por você. Planejamento estratégico é o primeiro passo. O conteúdo deste post faz parte do nosso e-book de Planejamento Estratégico. Faça o download na seção de Conteúdos do site. Para tomar a decisão cer...
Você sabe a diferença entre cliente, consumidor, comprador e usuário? Compreender corretamente o conceito de cliente é muito importante para qualquer pessoa ou empresa que ofereça um produto ou serviço. Todas as pessoas e empresas oferecem valor por meio do seu trabalho, serviço ou produto. E todas as organizações, sejam elas com fins lucrativos ou não, grandes...
Como gerenciar um projeto com mais chances de sucesso? Todas as pessoas participam ou gerenciam projetos, mesmo sem ter cargo de gestor de projetos. Uma festa de grande porte, um seminário, um programa de treinamento, uma longa viagem, um software, um projeto de engenharia, a reestruturação do escritório, um trabalho de escola mais complexo, o casamento...